O programa Jovem Aprendiz foi instituído pela Lei de Aprendizagem (nº 10.097/2000), que determinou que toda empresa de médio e grande porte, com mais de 7 funcionários, deve contratar jovens de 14 a 24 anos a fim de contribuir para a formação de novos profissionais.

O programa capacita e insere jovens de baixa renda no mercado de trabalho, unindo capacitação teórica e prática. A Guarda Mirim há mais de 12 anos trabalha com o Jovem Aprendiz, atuando como ponte entre jovens talentos e empregadores parceiros dispostos a fortalecer seus negócios e a construir um Brasil mais justo e desenvolvido.

A Guarda Mirim é composta por vasta e qualificada equipe de profissionais, como educadores sociais e palestrantes, responsáveis pela formação teórica do jovem, que ocorre antes e durante toda sua participação no programa Jovem Aprendiz.

Já a empresa contratante é encarregada da formação prática do aprendiz. É no ambiente de trabalho que o jovem aplica os conhecimentos aprendidos na Guarda Mirim.

O programa Jovem Aprendiz é uma ótima opção para empresários que desejam investir em seus negócios. Os jovens treinados pela Guarda Mirim chegam nas empresas já capacitados, trazendo novos conhecimentos e habilidades úteis à empresa. Além disso, apresentam conduta moral impecável, sendo aliados do empregador honesto.

Perguntas e respostas

Como funciona?

A Guarda-Mirim de Frutal seleciona, capacita e intermedia o contato entre as empresas e os jovens de 14 a 24 anos. O empregador investe um valor mensal e contrata o jovem por até dois anos, ficando responsável pela formação prática do aprendiz, a ser desenvolvida por meio da atuação profissional.

Toda empresa deve contratar aprendizes?
O que o empresário ganha ao contratar um jovem aprendiz?
Quanto tempo dura o contrato? Que tipos de contratos podem ser feitos?
O que os aprendizes aprendem na Guarda-Mirim de Frutal?
Que tipo de trabalho os aprendizes podem realizar em empresas?
Como contratar?
Image
Image